Janeiro 16, 2021

Ludmilla revela como se declarou gay à mãe em hospital após cirurgia, se nega a falar de Anitta e reclama de entrevista distorcida: “Não tenho um dia de paz”

Sincerona! Em entrevista ao “O Globo” publicada neste domingo (10), Ludmilla relembrou o momento em que se abriu sobre sua sexualidade com sua mãe, abordou os ataques covardes e racistas que constantemente recebe nas redes sociais e se recusou a falar sobre a famosa treta com Anitta.

Lud revisitou a primeira intervenção estética à qual se submeteu, segundo ela por pressão da sociedade. “É doloroso falar isso, mas fiz a primeira plástica no nariz, aos 18, para ser aceita. Conseguiam me ferir porque nem eu mesma me achava bonita”, afirmou. Foi nesse momento, ao voltar da cirurgia toda enfaixada, que a cantora abriu o jogo sobre sua sexualidade com a mãe. “Eu me entendi como gay na adolescência. Não tive conflitos internos, mas não queria tornar isso público. Minha mãe sabia, mas estava se fazendo de doida, esperando eu abrir o jogo“, disse.

Há pouco mais de um ano, a funkeira se casou com Brunna Gonçalves. As duas recebem sempre ataques racistas em suas redes sociais, principalmente Ludmilla. “Comentários racistas me dão nojo. Parece que o mundo está evoluindo, mas ainda tem muita gente atrasada“, pontuou. No dia 18 de dezembro do ano passado, ela chegou a desativar sua conta no Instagram, após sofrer ataques criminosos na rede.

[anuncio]

Foi a gota d’água, sabe? Costumo não me importar, mas imagina você apanhar todos os dias? Uma hora cansa. Dói! É difícil, sim, por isso, precisei desse tempo off-line. Organizei as ideias, me fortaleci e, principalmente, entendi que esse ódio gratuito não é meu e não vai me vencer. Sou ser humano e, às vezes, me sinto esgotada, mas me refaço. É o compromisso que tenho comigo e com o meu público”, declarou. A cantora voltou à plataforma na véspera de Natal, com fotos ao lado de sua família e da esposa.

Recentemente, virei para minha mãe e perguntei: ‘Por que é só comigo?’. Ela jogou umas verdades na minha cara: ‘Quem tem milhões de cliques nas plataformas de streaming? Quem compõe suas próprias canções? Quem é uma das artistas mais seguidas da América Latina (só no Instagram são mais de 23 milhões)? Não deveria ser assim, filha, mas é! Prego que se destaca toma martelada’.” Dona Silvana Oliveira ainda acrescentou: “Lud, você dá a cara a tapa. É feliz com sua esposa e não esconde isso. Você vive falando do amor de Deus na internet, mas como quem não tem amor-próprio vai compreender isso?”.

Fui bastante contestada por não me pronunciar em certas ocasiões. Vamos ser bem claros: muita gente por aí posta textão na web por pura falsidade. Não sou de falar, gosto de agir. Minha presença numa mesa já é um grande protesto. E as pessoas passaram a perceber isso com o tempo. Isso é representatividade. Estou com a bandeira estampada no rosto integralmente. Paguei para ver ao assumir meu amor pela Brunna. Perdi algumas coisas porque você sabe o quanto a galera é preconceituosa, mas acabei ganhando outras. E ser a gente mesmo não tem preço“, continuou a funkeira.

[anuncio]

Entrevista distorcida

Em junho do ano passado, a artista virou assunto na internet ao protagonizar uma treta com Anitta. Na época, Ludmilla expôs áudios e prints de mensagens com a cantora, em um vídeo de quase 11 minutos, em que explicava o motivo das duas não manterem mais contato. Segundo nossa danada, a confusão começou no Rock in Rio de 2019 e se agravou com a polêmica sobre a composição de “Onda Diferente”, feat entre as duas cariocas e o rapper norte-americano Snoop Dog.

Ela passou a vida me tachando de inferior a ela. Teve uma época em que me chamava de ‘projetinho de Alcione’, como se isso fosse uma ofensa. Mas mal sabe ela que a Alcione é uma das minhas maiores referências”, acusou Ludmilla no “exposed”. Questionada sobre o assunto pelo jornal, a voz de “Verdinha” se recusou a falar. Mesmo assim, a equipe de “O Globo” publicou o texto, dando a entender que Ludmilla havia criticado novamente a rival.

[anuncio]

Ela é uma pessoa muito ardilosa, manipuladora. Só quero distância e mais nada”. As aspas dadas por Ludmilla no ano passado no tal vídeo foram resgatadas pelo veículo e divulgadas como se fossem uma declaração atual. Não demorou e outros portais já repercutiam a informação antiga como algo inédito. Com razão, a funkeira foi ao seu Twitter reclamar da distorção.

Eu já falei diversas vezes que esse assunto é página virada e que não falo mais um ‘a’ sobre, mas mesmo assim os veículos insistem em citar esse assunto pra atraírem cliques e views no site. Lamentável“, escreveu. “Eu não tenho um dia de paz“, completou a cantora. Após a queixa, o site editou seu texto, de forma a permitir uma interpretação correta dos fatos.

[anuncio]

Voltando à entrevista concedida ao “O Globo”, Lud se mostrou muito animada com seus novos projetos. Ela se prepara para virar jurada no “The Voice+”, ao lado de Claudia Leitte, Daniel e Mumuzinho, a partir do próximo domingo (17). “Eu me importarei somente com a voz do candidato. Nada mais será relevante”, garantiu a cantora. Segundo a artista, ela planejou tudo muito bem em 2020, para colher os frutos no segundo semestre deste ano. “Vou chegar com tudo“, avisou Ludmilla. A danada é ela mesmo!

O post Ludmilla revela como se declarou gay à mãe em hospital após cirurgia, se nega a falar de Anitta e reclama de entrevista distorcida: “Não tenho um dia de paz” apareceu primeiro em Notícias.

You may have missed

Cresta Help Chat
Send via WhatsApp