Abril 20, 2021

Vanessa Mesquita, do BBB14, acusa sócia de traição, e caso vai parar na polícia; médica se manifesta e dá outra versão

Vanessa Mesquita, campeã da edição de 2014 do Big Brother Brasil, teve um início de ano um tanto conturbado. Isso porque a estudante e influenciadora digital encerrou sua parceria com a médica veterinária Camila Moreto, com a qual dividia a administração de uma clínica em São Paulo. Em entrevista para o UOL, a ex-BBB não poupou acusações – além de injúria, Mesquita diz que foi difamada pela ex-sócia e também a acusa de não prestar contas da clínica.

Vanessa afirma que decidiu romper a parceria no fim do ano passado após desconfiar de fraudes e uso indevido do dinheiro da clínica. Ela ainda diz que a situação com Moreto a fez se sentir traída, levando-a a usar calmantes para conseguir relaxar e dormir. “Nem traição de namorado foi tão dolorosa como essa. Eu falava que ela era minha segunda mãe e ela falava que eu era irmã do filho dela. É muito doloroso”, afirmou. “Era uma relação de respeito. Eu a colocava do meu lado, como minha parceira. Como ela conseguiu me enganar durante um ano? Eu era cega pela amizade dela”, lamentou Vanessa.

Esse não foi o único pronunciamento da influencer sobre o caso – Mesquita também utilizou as redes sociais para anunciar a dissolução da sociedade e contar sua versão da história. “Gostaria de comunicar que estou em processo de dissolução da sociedade que abri há um ano, a Centro Veterinário Casa Verde”, escreveu Vanessa. “Preferi fazer esse comunicado para que fique claro o meu rompimento total com a médica-veterinária que era responsável pelos atendimentos na Clínica, a Dra. Camila, com a qual não tenho mais nenhum tipo de vínculo ou contato. Esclareço também que não tenho responsabilidade sobre a forma como ela atua ou atuava, como profissional”, ressaltou a ex-BBB.

O relato de Vanessa continua com detalhes sobre seus sentimentos em meio à confusão. “Estou chateada porque investi energia e dinheiro em algo que está me trazendo profundos aborrecimentos e descobertas inacreditáveis. Todos os dias chegam informações a mim que me fazem perceber o quanto fui ingênua na questão da confiança”, afirmou ela. “Infelizmente, nunca imaginei que teria que tomar medidas judiciais, inclusive passando por várias delegacias, para resolver conflitos pessoais a fim de dissolver uma empresa. Mas, acredito que a justiça vai resolver tudo e na hora certa vou reaver aquilo que perdi”, confessou Mesquita.

[anuncio]

A estudante ainda afirmou que se sentia na obrigação de compartilhar o relato com os fãs. “Estou profundamente abalada emocionalmente e buscarei auxílio profissional nessa área. Estou aqui falando com vocês, meus seguidores, que torcem por mim e me sinto na obrigação de compartilhar isso com vocês”, revelou. Confira o comunicado na íntegra:

Ao UOL, a estudante de veterinária pontuou que a situação não aconteceu de repente. “Eu não surtei do nada. Eu e meus advogados estamos há dois meses pedindo prestação de contas antes de caminhar para um processo. Estamos tentando chegar a uma negociação para que eles mostrem os números”, afirmou Mesquita.

A dissolução da sociedade está em andamento, mas a situação acabou virando caso de polícia – além de trocar acusações publicamente, Vanessa registrou boletins de ocorrência na polícia por injúria, difamação e por furto. A ex-BBB também alega que foi ameaçada pelo pai da ex-sócia e xingada de “vagabunda”, um dos motivos pelos quais a influenciadora recorreu à polícia. “O pai dela veio querer me bater”, declarou.

A advogada de Camila, Adriana Omelczuk, negou as acusações feitas contra o pai da veterinária. “O pai da Camila é infartado. Jamais a xingaria. Apenas pediu para que ela deixasse a filha dele em paz”, apontou.

[anuncio]

Uso indevido de recursos

Allinne Pimenta, advogada da ex-BBB, afirma que a campeã do reality da Rede Globo teria investido cerca de R$260 mil – a quantia de R$200 mil seria para a compra de equipamentos para montar a clínica e os outros R$60 mil foram depósitos feitos ao longo de 2020. Vanessa diz que esses recursos teriam sido utilizados para outros fins e que passou a desconfiar da administração do dinheiro investido em setembro do ano passado. “Vi compra de roupa, comida… A parte do dinheiro doeu muito, mas ela me xingar pelas costas doeu muito mais”, lamentou a influencer.

“Falavam que ela precisava aplicar mais dinheiro. Pediram um aporte de R$ 100 mil alegando que clínica não estava dando lucro. Ela (Vanessa) começou a achar estranho e preferiu sair [da sociedade]. Depois disseram que R$ 30 mil era suficiente. Ela discordou e disseram que ela precisaria pagar R$ 40 mil para sair da clínica”, esclareceu a advogada de Mesquita.

Segundo Vanessa, o dinheiro investido na clínica não faz parte do R$1,5 milhão que faturou quando venceu o BBB 14. “O dinheiro que usei na clínica foi de trabalhos aqui fora. A maior parte do dinheiro do ‘BBB’ está investido fora do Brasil. Só vou mexer para a minha aposentadoria”, contou ela.

Além do processo de dissolução com apuração de haveres, que consiste no levantamento patrimonial da sociedade, a influenciadora ainda pretende entrar na justiça com um pedido de prestação de contas. “O mais importante é ela (Vanessa) recuperar pelo menos uma parte do prejuízo. Deixaram aluguel, contas para pagar e não estão entregando os números da prestação de contas”, explicou a advogada da estudante.

[anuncio]

O outro lado da história

Ao UOL, a médica veterinária Camila Moreto afirma que o caso não foi bem assim. Além de negar todas as acusações da ex-BBB, Moreto revelou ainda que também registrou boletim de ocorrência contra a ex-sócia. Ela diz que vem recebendo ameaças e sendo perseguida pela família de Vanessa.

“Quem fez o primeiro boletim de ocorrência fui eu por ela ter retirado da empresa em andamento um equipamento primordial para internação. Eu tinha animal internado precisando daquele equipamento. Tive que sair correndo atrás de equipamento emprestado”, apontou Camila. A médica ainda declara temer por sua integridade física.

“Estou sendo perseguida na rua pela mãe dela e por ela. Ela está vindo à minha residência para fazer injúria e a mãe dela jogou o carro em mim”, acusou a veterinária. O embate com a mãe de Mesquita teria acontecido em 21 de dezembro do ano passado.

[anuncio]

Vanessa negou que haja perseguição contra a ex-sócia e que a mãe, Solange Mesquita, estava indo ao banco, que fica nas redondezas da clínica, quando encontrou Camila no caminho. A ex-BBB afirmou que a mãe estava instável naquele dia, devido à morte de um pet da família e, também, pelos problemas que a filha estaria enfrentando com a sócia na clínica. “Minha mãe estava completamente abalada, à base de calmante. Minha mãe é uma pessoa do bem, que quer ajudar todo mundo e nunca teve a intenção de por a vida de ninguém em risco. Minha prima fez ela parar o carro depois disso porque ela estava sem condições de dirigir. Não houve a intenção de machucar ninguém”, reforçou Vanessa.

A médica também questiona os valores dos depósitos que Vanessa diz ter feito. “Ela deve ter o extrato desses R$ 60 mil em dinheiro porque eu não lembro desse dinheiro entrar na minha conta”, alegou Camila. “Eu lembro de três únicos episódios em que ela precisou completar a folha de pagamento de acordo com a rotina do mercado financeiro, e não da empresa. A empresa se auto pagava. Não encerramos a empresa com dívida”, diz a veterinária.

Camila também declarou não saber as razões pelas quais Vanessa decidiu findar a sociedade. “Essa é a pergunta que eu me faço todos os dias. Até agora eu imagino. O que chegou até mim foram relatos de áudios e vídeos que ela tem a meu respeito e que eu estaria cometendo algum crime de injúria. Na minha concepção pessoal até agora eu não sei o que aconteceu”, revelou.

[anuncio]

Ela também afirma não se lembrar de ter falado mal da ex-BBB pelas costas, como acusada por Vanessa. “Se não houver algo físico como ela relata que tem, não tem prova concreta. Se alguém disse que eu agi com injúrias e difamações, essa pessoa pode estar inventando”, sugeriu Camila. “O que é para Vanessa uma injúria desse porte? Eu sou uma professora universitária, formada em duas faculdades, com pós-graduação e um filho para educar. Eu não tenho tempo a perder com má conduta e não fui educada para ser mal educada”, alfinetou ela.

Sobre a prestação de contas da clínica veterinária, tanto Camila, quanto a advogada, Adriana Omelczuk, afirmam que todas as informações foram repassadas a Vanessa no início de novembro e que, apesar de tudo, a médica ainda tentou romper a sociedade de forma amigável. “A mãe de Vanessa jogou o carro em cima da Camila, falando que ela não vai ter paz nunca. Que a Camila vai pagar por tudo o que fez. Mas o que é tudo isso que a Camila fez? Se fosse só pela dissolução da sociedade já estaria resolvido porque foram feitas várias propostas”, afirmou Adriana. “Tentamos fazer as coisas de forma amigável, mas uma pessoa quer resolver de forma amigável ameaçando a outra? Não é possível”, disse.

[anuncio]

As acusações, porém, não param por aí – segundo Vanessa, a ex-sócia agiu de má fé ao não pagar os dois últimos meses de aluguel do imóvel onde funcionava a clínica que administravam em conjunto. A influenciadora diz, também, que um e-mail com a assinatura de sua mãe, teria sido forjado e enviado em março para a imobiliária, pedindo o abatimento no valor do aluguel. “Ficamos arrasadas quando tivemos acesso a esses e-mails. O nosso mundo caiu! Minha mãe ainda está à base de calmante. Se tem alguém fazendo baixaria e perseguição é da parte deles”, afirmou Vanessa.

Sobre os alugueis atrasados, a advogada de Camila reiterou que esta era uma responsabilidade de ambas as sócias. “A desocupação do imóvel em 15 de dezembro foi realizada pela Camila ante a solicitação do advogado da Vanessa, em que foi informado que a Vanessa deveria retirar os pertences dela que ainda estavam na clínica. Foi o advogado da Vanessa quem solicitou a desocupação até essa data. O aluguel é uma dívida da empresa na qual as duas são sócias”, disse Adriana.

Omelczuk também nega que o e-mail enviado à imobiliária tenha sido forjado. “A mãe dela foi copiada no e-mail, tendo ciência imediata ao fato, considerando que a locação estava em seu nome”, afirmou. Ainda segundo a advogada de Camila, o embate entre as duas vai muito além da dissolução da sociedade. “O problema é que a Vanessa não resolve e está usando a mídia para prejudicar a Camila, que está totalmente prejudicada porque ela fala que a Camila não tem ética. O foco disso não é a dissolução da sociedade, mas difamar a Camila”, finalizou Omelczuk.

Apesar do imbróglio, Vanessa e Camila concordam em um ponto – a briga é como uma traição. “Ela (Vanessa) não é para mim uma pessoa ruim, estou chateada porque emocionalmente ela está tentando destruir a minha imagem profissional, agredindo a minha equipe, minha família. Eu ainda tenho por ela um sentimento de carinho profundo. Sempre brinquei que ela era minha filha e ela dizia que eu tinha um comportamento de mãe por me preocupar, ajudar em prova, pegar na mão. Para mim a traição foi igual. Eu me sinto tão traída quanto”, finalizou Moreto. Quanta confusão!

O post Vanessa Mesquita, do BBB14, acusa sócia de traição, e caso vai parar na polícia; médica se manifesta e dá outra versão apareceu primeiro em Notícias.

You may have missed