Janeiro 27, 2021

Colômbia aprova uso emergencial de vacina da Pfizer contra covid-19

Ivan Duque, presidente da Colômbia

Ivan Duque, presidente da Colômbia
Presidência da Colômbia via EFE / 24.6.2020

O Instituto Nacional de Vigilância de Alimentos e Medicamentos (Invima), órgão que regulamenta o setor na Colômbia, autorizou o uso emergencial da vacina Pfizer/BioNTech contra a covid-19, da qual o governo já adquiriu 10 milhões de doses informou o presidente Iván Duque.

“Hoje, mais um passo muito relevante foi dado para avançar o programa de vacinação contra covid-19. Hoje o Invima já deu autorização para o uso da vacina Pfizer na Colômbia”, disse Duque durante o programa diário de televisão “Prevenção e ação”, em que fala sobre as medidas que o seu Governo está a tomar para fazer face à pandemia.

O presidente acrescentou que esse processo foi realizado “em tempo recorde”, pois “em um período muito curto, mais de 22 mil páginas foram analisadas pela equipe técnica” após a solicitação da farmacêutica para o uso emergencial de sua vacina.

“Este é um passo muito importante e por isso continuaremos avançando com a AstraZeneca, também com a Jansen e com todas as facilidades dentro da estratégia da Covax”, acrescentou Duque.

Em 30 de dezembro, o presidente informou que o governo fechou acordo com a farmacêutica Janssen, subsidiária da Johnson & Johnson, para a compra de nove milhões de vacinas contra o covid-19.

Doze dias antes, ele havia anunciado o fechamento de uma negociação para adquirir 10 milhões de doses de vacinas da Pfizer e 10 milhões da AstraZeneca, além de um acordo por meio da plataforma Covax para adquirir mais 20 milhões de doses.

Desta forma, a Colômbia conta com 49 milhões de vacinas seguradas para o Plano Nacional de Vacinação contra o coronavírus que começará em fevereiro próximo.

Segundo o ministro da Saúde, Fernando Ruiz, para alcançar a “imunidade de rebanho” é preciso vacinar 70% dos cerca de 49 milhões de colombianos, ou seja, cerca de 35,7 milhões de pessoas.

A Colômbia superou 1,7 milhão de infecções por coronavírus nesta terça-feira, com um registro de 16.835 novos casos, um número que ultrapassou as 16.314 infecções em 31 de dezembro.

De acordo com o Ministério da Saúde, 1.702.966 pessoas contraíram covid-19 no país e neste momento existem 95.015 casos ativos, correspondendo a 5,55%, enquanto 1.559.010 aparecem como recuperados, ou seja, 91, 54%. A Colômbia registra 44.426 mortes por covid-19.

You may have missed

Cresta Help Chat
Send via WhatsApp