Janeiro 26, 2021

Shawn Mendes fala sobre especulações de sexualidade: “Me chamam de gay desde os 15 anos”

Não é de hoje que Shawn Mendes é alvo de uma série de especulações quanto à sua sexualidade… Nesta segunda-feira (14), o astro voltou a falar sobre o assunto. Em entrevista ao podcast “Armchair Expert”, com Dax Shepard, o cantor comentou os rumores de que seria gay e de como essa questão o irritava, apesar de sentir que não teria problema caso não fosse hétero.

Shawn recordou que não sabia ao certo como responder quando cogitavam que ele era gay. “Era tão, tão frustrante pra mim, porque tinha algumas pessoas na minha vida, a quem eu era muito próximo, que eram gays e estavam no armário. Eu sentia uma raiva de verdade [dos questionamentos] por essas pessoas. É uma baita coisa complicada. Você quer dizer: ‘Eu não sou gay, mas seria tudo bem se eu fosse gay – também não existe nada errado em ser gay, mas eu não sou’. Você não saber como responder a essa situação”, disse ele.

[anuncio]

“Eu percebi que nós só temos que parar de ser experts e políticos sobre isso, especialmente como um músico famoso que é homem. Eu preciso ser realmente complicado e dizer as coisas erradas, aí me desculpar e dizer a coisa certa depois que eu me desculpar e ficar confuso sobre como reagir quando as pessoas dizem que eu sou gay”, acrescentou.

Shawn Mendes lembrou do desconforto que sofreu por ouvir desde cedo que era gay. (Foto: Jeff Spicer/Getty Images)

O canadense mencionou que isso o fez sofrer e se questionar sobre muitos comportamentos. “Todos têm me chamado de gay desde os 15 anos de idade. Eu não sou gay e fico tipo: ‘O que isso significa?’. Eu tive problemas com a maneira que a minha voz soava. Pensava: ‘É como eu me sento?’. Sou sempre o primeiro a cruzar minhas pernas e sentar numa posição desse estilo feminino e realmente sofri com essas m*rdas”, desabafou.

[anuncio]

Mendes também considerou o reflexo desse tipo de comentários em homens que realmente são gays ou que integram a comunidade LGBTQ+, visto que o julgamento também cai sobre pessoas que ainda não se assumiram. “Penso muito em caras que passam por isso ou coisas ainda piores que isso, que existem tantos rapazes que são gays e estão no armário e devem ouvir m*rdas assim e dizer: ‘Estou aterrorizado em sair do armário’”, continuou.

Shawn Mendes contou como o namoro com Camila Cabello o ajudou a ser mais vulnerável. (Foto: Noam Galai/Getty Images)

Shawn ainda refletiu sobre como a criação de cada um influencia no seu modo de ser e, nesse caso, a sua criação o afastou da “brutalidade”, ou hábitos grosseiros que muitos podem associar à masculinidade. “Eu não cresci lutando. Eu cresci tendo meu cabelo trançado na virada do Ano Novo. Isso depende completamente da maneira como você é criado em sua vida e tudo o que está ao seu redor”, completou.

[anuncio]

Nesse contexto, o namoro com Camila Cabello também contribuiu para que Shawn mostrasse ainda mais sua vulnerabilidade. “Estou num relacionamento em que minha namorada é tipo: ‘Nós vamos ficar na cama, você vai colocar sua cabeça no meu peito e vai chorar no meu peito. Você vai me contar como está se sentindo, porque se você não fizer isso, você vai ser um c*zão pela próxima semana e eu não vou lidar com essa m*rda.’ Eu sou sortudo de estar em um relacionamento que é para isso”, comentou.

Ouça ao podcast aqui:

O post Shawn Mendes fala sobre especulações de sexualidade: “Me chamam de gay desde os 15 anos” apareceu primeiro em Notícias.

You may have missed

Cresta Help Chat
Send via WhatsApp