Janeiro 21, 2021

Republicanos rompe com Rodrigo Maia, presidente da Câmara

Supremo impediu Maia de tentar permanecer no cargo

Supremo impediu Maia de tentar permanecer no cargo
Najara Araujo/Câmara dos Deputados – 29.06.2020

O Republicanos, partido do 1º vice-presidente da Câmara, Marcos Pereira (SP), oficializou nesta quarta-feira (9) o rompimento com o atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que foi impedido pelo STF (Supremo Tribunal Federal) de tentar uma nova reeleição ao cargo.

Pereira, que também é presidente nacional do Republicanos, já confirmou nas redes sociais que vai tentar assumir o cargo na eleição prevista para 1º de fevereiro de 2021. “Estou dialogando com colegas e sinto que há uma busca por renovação”, escreveu ele.

O anuncio de rompimento acontece horas após o deputado federal Arthur Lira (PP-AL) lançar sua candidatura à presidência da Câmara. Ele é o nome favorito do presidente Jair Bolsonaro para o cargo.

Leia mais: Lira faturava R$ 500 mil com esquema de ‘rachadinha’, diz PGR

De acordo com pesquisa realizada pelo site Jota em parceria com o IBPAD (Instituto Brasileiro de Pesquisa e Análise de Dados), Pereira lidera a corrida para assumir a presidência da Câmara. O levantamento mostra que ele seria escolhido para suceder Maia para 15,2% dos parlamentares.

Na sequência, aparece Lira com 14% das intenções de voto, enquanto 38% dos deputados ainda não sabem dizer quem seriam seus candidatos. A pesquisa ouviu 153 parlamentares.

Atualmente, o Republicanos tem a sexta maior bancada da Câmara, com 32 parlamentares. O partido figura atrás somente de os blocos formados por PL, PP, PSD, Solidariedade e Avante (135) e PSL, PTB e PROS (62) e das siglas PT (54) e MDB (35).

You may have missed

Cresta Help Chat
Send via WhatsApp