Janeiro 16, 2021

Comandante do Exército é diagnosticado com covid-19

Pujol segue protocolo de tratamento precoce contra a covid

Pujol segue protocolo de tratamento precoce contra a covid
Adriano Machado/Reuters

O comandante do Exército, general Edson Pujol, de 65 anos, foi diagnosticado com covid-19 no último sábado (28), quando deu entrada no HFA (Hospital das Forças Armadas) para se submeter a uma cirurgia de recuperação do fêmur, quebrado após uma queda do cavalo.

O Centro de Comunicação Social do Exército confirmou a informação e disse que o comandante está “totalmente assintomático”, “seguindo em casa o protocolo de tratamento precoce sob orientação da equipe médica do HFA”. Informou ainda que o general Pujol “tem mantido rotina de teletrabalho como Comandante do Exército em seu escritório residencial”.

Leia mais: Não queremos que a política entre nos quartéis, diz Pujol

Segundo o Centro de Comunicação, esclareceu que, em relação à fratura no fêmur, o general “tem passado bem”, já caminha com o auxílio de andador e realiza fisioterapia três vezes ao dia, “o que tem proporcionado muito bons resultados”. Por conta da cirurgia do fêmur, a reunião do Alto Comando do Exército que estava programada para esta semana, foi adiada.

Pelo menos 14 dos 23 ministros do presidente Jair Bolsonaro já contraíram o novo coronavírus. O último ministro a detectar a doença foi o da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, de 48 anos, que também estava assintomático.

You may have missed

Cresta Help Chat
Send via WhatsApp