Abril 12, 2021

Cantora gospel diz que agressão que sofreu do marido em vídeo foi motivada por chocolate, e relembra série de episódios

Depois da divulgação de um vídeo em que aparece sendo agredida pelo marido Bruno Feital, a cantora gospel Quesia Freitas revelou que a violência foi motivada por um achocolatado. O acontecimento se deu no estacionamento de um shopping no Rio de Janeiro. Em relato ao programa “Balanço Geral”, nesta terça (24), ela explicou que, em determinado momento, os dois pararam para comprar um café para o marido, e a loja não tinha a marca de chocolate da preferência de Bruno. Foi quando ele explodiu.

“Ele deu um surto de estresse porque não tinha o chocolate que ele queria. Depois, se estressou na hora de eu pagar o ingresso [do cinema], pois quis fazer uma surpresa. Eu disse, ‘o que está acontecendo? Nada está bom para você’. Ele gritou, ‘é verdade. Vamos embora agora’”, dividiu a cantora, que havia sugerido o passeio para agradar o marido, já que ambos estavam “trabalhando muito“.

Quesia Freitas e o marido Bruno Feital. Foto: Reprodução/Instagram

Envergonhada pela reação dele, Quesia foi em direção ao banheiro para fugir da situação embaraçosa. “Ele começou a gritar, e eu fiquei com vergonha. Ele me empurrou e eu travei. Mas na hora eu pensei: ‘Chega! Cansei dessa vida’. Estava exausta, e vi que ali, em um lugar público, seria o empurrão que eu precisava para acabar com tudo. Hoje tem a ferramenta, que são os vídeos, que provam tudo”, detalhou ainda, em entrevista ao jornal Extra.

[anuncio]

As imagens foram publicadas nesta segunda (21) pelo irmão da artista, o também cantor gospel Juninho Black. “Cenas fortes e revoltantes! Minha irmã de sangue foi agredida anteontem no Américas Shopping Recreio RJ na frente de todos. O agressor é o atual marido dela, que vem a agredindo há mais de um ano”, escreveu Juninho. “Família, não quero que minha irmã caia nas estatísticas de feminicídio. Tenho outros vídeos de agressões em local público, e as autoridades ainda não colocaram esse animal na cadeia”, completou o desabafo. O vídeo já soma mais de 260 mil visualizações.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Juninho Black (@juninhoblackoficial)

De acordo com Quesia, as agressões eram recorrentes e aconteciam desde o primeiro dia de casamento. Entre abuso físico, psicológico e sexual, ela alega que perdeu a guarda dos filhos, de outro relacionamento, pelo comportamento violento do marido. Inclusive, ela declarou que Bruno exigia sexo com muita frequência, mesmo com o menino em casa, na época em que morava com o filho. De acordo com informações divulgadas pelo UOL, ela já teria registrado pelo menos quatro boletins de ocorrência contra o marido.

[anuncio]

Em entrevista à revista Marie Claire, ela disse que quando as agressões aconteciam, ele alegava estar “possesso por um demônio” e buscava ajuda espiritual, mas a violência nunca parou. “O próximo vídeo podia ser meu óbito”, apontou Quesia. “É um misto de vergonha porque você não quer acreditar que está passando por aquilo, com aquela gravidade. Mas uma hora você vê que está piorando e não quer aceitar. Você quer falar, mas ainda tem medo da pessoa te matar. Só que hoje estou começando a entender que não preciso do perdão dele”, finalizou ela, encorajando que outras mulheres sobreviventes da violência doméstica tenham coragem de dar um basta, como ela fez.

Até o momento, Bruno Feital não se manifestou sobre as acusações.

O post Cantora gospel diz que agressão que sofreu do marido em vídeo foi motivada por chocolate, e relembra série de episódios apareceu primeiro em Notícias.

You may have missed

5 min read
5 min read
2 min read