Dezembro 1, 2020

Covid-19: Paris aplicará novas restrições a partir desta quinta-feira

Decisão foi tomada após prefeita constatar a formação de algomerações

Decisão foi tomada após prefeita constatar a formação de algomerações
EFE

Após constatar a formação de aglomerações, a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, anunciou nesta quinta-feira (5) que serão impostas novas restrições no combate ao novo coronavírus com o fechamento de alguns bares, restaurantes e outros estabelecimentos a partir das 22h (horário local).

“Em vários casos detectamos restaurantes cheios, onde também era servido bebida alcoólica”, afirmou Hidalgo em entrevista à emissora BFMTV.

Bares, restaurantes e outras lojas de produtos considerados não essenciais estão fechados na França desde a última sexta-feira, quando entraram em vigor as regras do novo confinamento. Por outro lado, estão autorizados a funcionar serviços de take away (comprar e levar para viagem) e mercados ao ar livre.

A prefeita tem defendido o serviço das livrarias para garantir “a transmissão do conhecimento”, mas esclareceu que não está pedindo sua abertura imediata. Segundo ela, a questão poderá ser avaliada possivelmente no próximo dia 12, data em que o governo anunciou que iria rever as medidas de restrição ao comércio.

Hidalgo insistiu que é preciso preservar a capacidade dos hospitais de receber pacientes, visto que Paris atingiu a marca de mil pessoas na UTI – um número, lembrou ela, que ainda está longe do pico da pandemia na primavera europeia, quando 4 mil leitos eram ocupados por pacientes com covid-19.

O fechamento de restaurantes e outros comércios à noite acontece após a polêmica gerada na terça-feira (3) pelo porta-voz do governo, Gabriel Attal, que anunciou pela manhã um novo toque de recolher a partir das 21h (horário local), e que pouco depois foi corrigido pelo gabinete do primeiro-ministro, Jean Castex.

Cresta Help Chat
Send via WhatsApp
01511987618725